epifania


ZIGGY



Escrito por marina às 09h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


CLARA



Escrito por marina às 09h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


CLARA

Acabei de ler o último post de meu amigo querido sumido Heterogêneo.  Ele faz um resumo sobre a falta dos porques na vida de um cão.. Sempre observei isto...eles fazem as coisas, andam de um lado para o outro, obedecem nossos comandos, deitam, sentam, comem, correm,....e vivem uma rotina, desinteressante até.  Eu,  já tentei entender, mas acho q qualquer compreensão neste sentido é ilusória...Várias correntes espiritualistas explicam de diferentes maneiras a existência das sub-espécies... E, sem saber o porque que as coisas acontecem na vida deles, na quarta feira passada, a Leticia voltando do colégio, uma cachorra a seguiu até em casa, isso depois de andarem por mais de kilometros.. Não tivemos outro jeito a não ser coloca-la para dentro, dar água, comida, banho, cuidados veterinários e vacinas...Ela é docil, meiga, carinhosa e obediente. Deve ter aproximadamente um ano e meio e já conquistou a todos nós com a sua delicadeza.

SEJA BEM VINDA   CLARA 



Escrito por marina às 14h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Por que alguns cães teem medo de trovão??

Ter medo de trovão não é incomum entre os animais de estimação. Incomum poderia ser a forma como você ajudaria o seu cão nestas horas difíceis.

Ao afagar o seu cão que está ganindo, numa tentativa de confortá-lo, você poderia, na verdade, estar fazendo a coisa errada. Na essência, você estaria reforçando o seu comportamento de ganir durante a tempestade.

Ao invés disto, tente distrair o cão convidando-o a fazer alguma outra coisa e elogiando-o por esta outra atividade. E, o que é importante, não deixe de cuidar para que o seu cão fique em um local seguro da casa, distante das janelas e outros objetos de vidro... para ter certeza de que seu medo não resultará em lesões.

No caso de um animal de estimação realmente aterrorizado, consulte seu veterinário sobre os medicamentos que podem ser utilizados durante um temporal.

 



Escrito por marina às 22h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


FEIRA DE ADOÇÃO

Oi pessoal...  Bem, estou colaborando com a UIPA  - Entidade sem fins lucrativos que cuidam de cães abandonados, no sentido de divulgar, que no próximo sábado, dia 25 de setembro, haverá uma feira de Adoções, de cães e também de gatos.

A UIPA fica localizada na Avenida Presidente Castello Branco, 3200, no bairro do Canindé - Zona Norte da Capital/SP.

O horário da feira será das 9:00 às 16:00 horas.

Todos os animais entregues na adoção são castrados.

Conforme carta que recebi da UIPA,  existem duas declarações que acho que suma importância colocar aqui para conhecimento de todos.

Primeiramente que a atual prefeita Dna. Marta Suplicy não tem colaborado em nada, no sentido de ajudar a Entidade, e  que a empresa fabricante da ração EUKANUBA, tem ajudado muito a UIPA com grandes doações de alimentos de primeríssima qualidade.

Desejo uma otima semana a todos, e se você estiver pensando em adquirir um animal, não compre em pets, adote, com certeza quem estará sendo ajudado será você.

Os animais sempre nos ensinam a amar!!!!!! Pense nisto!

 

 

 

 

 



Escrito por marina às 20h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


DIA DO VETERINARIO - 9 DE SETEMBRO

Parabéns a todos os veterniários e veterinárias  , e principalmente um grande abraço ao Dr. Rogério A. Miranda, veterinário do Ziggy que está conosco desde o seu nascimento.,

 
Ser Veterinário não é só cuidar de animais.
É sobretudo amá-los não ficando somente nos padrões éticos de
uma Ciência Médica.
Ser Veterinário é acreditar na imortalidade da natureza e
querer preservá-la sempre mais bela.
Ser Veterinário é ouvir miados, mugidos, balidos, relinchos e
latidos, mas principalmente entendê-los e amenizá-los.
É gostar de terra molhada, de mato fechado, de luas e chuvas.
Ser Veterinário é não se importar se os animais pensam, mas
sim, se sofrem.
É dedicar parte de seu ser à arte de salvar suas vidas.
Ser Veterinário é aproximar-se de instintos.
É perder medos.
É ganhar amigos de pêlos e penas, que jamais irão decepcioná-
lo.
Ser Veterinário é ter ódio de gaiolas, jaulas e correntes.
É perder tempo apreciando rebanhos e vôos de gaivotas.
É permanecer descobrindo, através dos animais, a si mesmo.
Ser Veterinário é ser o único capaz de entender rabos
abanando, arranhões carinhosos e mordidas de afeto.
É sentir cheiro de pêlo molhado, cheiro de almofada com
essência de gato, cheiro de baias, de curral de esterco.
Ser Veterinário é ter coragem de penetrar em um mundo
diferente e ser igual.
É ter a capacidade de compreender gratidões mudas, mas, sem
dúvida alguma, as únicas sinceras.
É adivinhar olhares, é lembrar de seu tempo de criança, é
querer levar para casa todos os cães vadios sem dono.
Ser Veterinário é conviver lado a lado com ensinamentos
profundos sobre o amor e a vida.
"Todos podemos nos formar em Veterinária, mas nem todos nós
seremos Veterinários".
Você o que é?






Escrito por marina às 07h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Feriadão

Amanhã, sexta feira, para felicidade de todos. Bom, vou deixando aqui os  meus votos de um ótimo feriado a todos, juntamente ou não com seus doguinhos, pois o meu tenho certeza que será maravilhoso. Quando voltar, felizmente, começarei uma nova rotina. Consegui arrumar um trabalho  e tenho certeza que daqui pra frente, as coisas começam a tomar novas direções. Logo , logo também estarei mudando de apartamento , enfim vida nova... Um grande beijo a todos amigos e amigas blogueiras.



Escrito por marina às 23h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O Despertar da Memória Canina no toque humano

Muitas pessoas nem imaginam, mas quando tocam em seus cães, despertam estímulos definidos há milhões de anos na memória lupina. Coçar um peito de um cão, entre as patas da frente, significa proporcionar ao animal uma sensação muito agradável, pois isso se assemelha ao momento em que ele monta na fêmea.

Suaves empurrões que possam sugerir uma luta divertida também excitam os cães, mas de modo diferente. Nesses momentos estaremos criando estímulos capazes de fortalecer os laços que nos unem aos nossos cães.

Dar palmadinhas é também uma das formas mais comuns de estabelecer um contato físico entre o dono e o animal. Essa atitude provém dos humanos e fazemos quando nos encontramos com pessoas que estimamos. E para o cão, qual será o significado?É algo que os filhotes fazem na barriga da mãe e os cães subordinados fazem aos dominantes. Podemos, concluir, portanto, que esse tipo de contato seja imensamente confortante para os cães. Isso não seria para os cães uma forma de demonstrar nossa submissão? A resposta é não, em se tratando de cães de comportamento equilibrado, pois saberiam que somos os dominantes do grupo onde vivem. É o que fazem os cães dominantes na intenção de harmonizar cães inferiores. Adotar uma postura de pseudo-submissão sempre os deixará à vontade.

Afagar a pelagem de nossos cães também os remete ao estímulo de proteção, ativando a memória da grande lingua de sua mãe em seus pêlos quando filhotes. Crianças adoram abraçar seus cães. E o que faz com que esses animais demonstrem grande tolerância a esse comportamento? Trata-se de contato físico associado ao tempo da ninhada, quando todos os filhotes se amontoavam, sentindo-se seguros, quentes e confortáveis.

Há ainda, outro contato físico agradável aos cães: acariciar os lados da cabeça, principalmente ao longo das maxilas. Há, entretanto, um contato físico que não causa nenhum entusiasmo em nossos cães: é o lava e esfrega constante daqueles que tem de se submeter às famosas exposições de beleza. A verdade é que banhos constantes tiram desses animais  os odores que os qualificam dentro do grupo

Gelson Leite - formado pela Commission Nationale d Education et d Agility, de la Societé Centrale Canine - France



Escrito por marina às 17h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


sem inspiração

E ai pessoal.... Estou sem postar há uma semana,  completamente desanimada com meu blogdog. Tantas coisas acontecendo, tantas mudanças radicais e eu preocupada com um blog sem sentindo, apenas escrevendo assuntos caninos para ignorar a vida acontecendo lá fora e eu aqui sentada... Amo os doguinhos, mas chego a conclusão de que também nao posso fazer muita coisa por eles.  Faço na medida do possível, dentro das minhas possibilidades.  Talvez esteja com a famigerada crise bloguística. Vamos ver se na próxima semana as coisas se modificam. Beijo e bom final de semana a todos.

 



Escrito por marina às 21h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quando o assunto é raiva, tamanho não é documento!

A raiva é uma doença infecciosa aguda que acomete homens e animais, sendo causada por um vírus que se multiplica pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central.

A raiva não tem cura. Trata-se de um sério problema de saúde pública no Brasil, pois expõe grande número de pessoas e animais ao risco da contaminação, tendo elevado custo de controle ou erradicação.

A forma mais comum de transmissão é o contato direto da saliva contendo o virús rábico com mucosas ou pele machucada através de lambidas ou mordidas. A transmissão pode ocorrer também por arranhões, pois a saliva intensa dos animais contamina as patas.

Em áreas urbanas a principal fonte de contaminação é o cão (quase 85 por cento dos casos), seguido do gato.

Depois de mordido por outro animal raivoso,  o cão pode levar algumas semanas para desenvolver a doença, mas após o aparecimento dos sintomas a evolução é rápida, variando de 1 a 11 dias, onde o animal morre por convusão ou paralisia.

A vacinação anual de cães e gatos é fundamental para o controle da raiva.

Vacine seu cão  e gato.  Este mes, aqui em São Paulo existem vários postos volantes da Prefeitura,aonde  vc pode levar seu bichinho.



Escrito por marina às 23h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


E o tempo não para....

Depois de todo este acontecido, ontem e hoje fiquei fazendo as minhas coisas, mas parecia que estava faltando algo , pois o Grubinho já tinha se incorporado a nossa rotina. Tadinho do Ziggy, ontem ele estava procurando seu amigo... Acho que não entendeu nada do que aconteceu...



Escrito por marina às 23h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Oi pessoal......

Bom gente, não tenho muito o que falar.. Fiz de tudo para que o Grubinho ficasse bem, retornei ao veterinário, mas infelizmente ele não está mais com a gente.  Ele nos deixou às 18:10 hs... Espero que agora tenha terminado seu sofrimento.. Embora tenha ficado comigo pouco tempo, ele sabe que foi muito amado.



Escrito por marina às 22h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Grub

Olá pessoal. Bem, desde segunda que o Grub chegou aqui em casa, tenho feito de tudo para que ele se restabeleça, pois ele veio muito fraco e desnutrido. Primeiro um bom banho pra deixar tudo em ordem e depois levamos no vetreinário pra que ele avaliasse o seu real estado.  Na verdade,  não tinha muito à ser recomendado, apenas vitaminas, alimentação especial e a primeira dose da V-8 ainda não podia ser dada , em virtude do seu estado. Estes dias ele passou bem, está isolado numa caixa.... para que o Ziggy fique imune de pegar alguma coisa até podermos avaliar como ele realmente está. No primeiro dia, ele comeu razoavelmente bem, mas os restantes, não está se alimentando muito não, apenas bebendo muita água. Hoje, retornei ao veterinário, está com uma infecçao intestinal um pouquinho acentuada,  mas já está sendo medicado. Tomou uma pré dose da vacina, e estou torcendo para que ele se recupere. Estes poucos dias que está aqui conosco, já foram o suficiente pra gente se apegar, e estou torcendo pra que ele consiga melhorar bem, mas o veterinário na verdade, não me animou muito. Bom, creio que o importante, é que estou fazendo de tudo....  Achei um post num site com uma foto igualzinha do Grub,  e qto. à mulher que está com ele,  não se assustem, sou muito mais bonita que ela....rsrsrsrs... Bom, torço para que tudo dê certo...  Ele é muito indefeso, acho que por isso que sinto tanta peninha dele.... Um ótimo final de semana para todos amigos.



Escrito por marina às 00h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


GRUB

Olá pessoal... Bem, agradeço as sugestões que me foram enviadas para o nome do doguinho, e depois de uma "democrática" escolha, entre tantos nomes como  Bizugo,  Bactéria, Ximbica, Doguinho, Tico, Pierre.., resolvemos colocar o nome de Grub, palavra inglesa que em portugues, significa "verme"...vocês já devem imaginar o porque..... mas até que ficou bem pra ele.. tem cara de Grub mesmo... Grata pelas sugestões. Grande beijo a todos



Escrito por marina às 17h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Mais um doguinho na família

Olá pessoal..... Bem, primeiramente queria dizer que a minha viagem foi ótima. Amei conhecer minha sobrinha Sofia, que é lindinha e muito fofa. Hoje, inesperadamente, adotei um doguinho. Um amigo do Duda encontrou na rua e trouxe pra empresa onde trabalham a fim de que fosse adotado. Sinceramente fiquei muito penalizada e resolvi lhe dar um abrigo. Já foi no veterinário, está bem, mas muito desnutrido e fraco. Não deve ter nem um mes.  Dei um banho, e agora está dormindo... Só falta escolher um nome pra ele... Ele tem cara de Toquinho...é muito pequenininho e magrinho. Aceito sugestões.



Escrito por marina às 23h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 EmPaz&Sorrindo
 Heterogeneo
 Vampiros da Noite
 Expatriado
 Surtos
 Solidariedade
 Nessa
 O Dedo do Quevedo
 Camera Obscura
 Sandra Duarte
 Nosso Cantão
 Néco
 Um Olhar de Anjo
 Neca